O Presidente da Liga, Pedro Proença, foi eleito dia 28 e tomou posse a 30 de julho de 2015 e termina o seu mandato em junho de 2019.

A Direção é composta pelo Presidente, oito Clubes (SL Benfica, FC Porto, Sporting CP, GD Chaves, CD Feirense, FC Famalicão, U. Madeira e Ac. Viseu) e o representante da FPF (Dr. Hermínio Loureiro).

A Direção da Liga pretende atingir os seguintes objetivos: Mais jogos de futebol, Mais competição, Mais receitas, Mais patrocinadores, Mais tecnologia, Mais solidariedade na distribuição de receitas, Mais inovação nos regulamentos, Mais juventude e mulheres nas bancadas e nos campos, Mais festa, Mais público.

A 15 de outubro de 2015, a Liga Portugal anunciou o seu novo posicionamento, sob o lema «Futebol com Talento».

Os 4 Valores que definem esta Direção são: Rigor, Talento, Profissionalismo, Agregação.

PRESIDENTE DA LIGA:
Dr. Pedro Proença de Oliveira Alves Garcia

MESA DA ASSEMBLEIA GERAL:
Presidente: Dr. Fernando Mário Garcez Borges Costa
Vice-Presidente: Dr. Alberto Santos
Secretário: Dr. Carlos Vasconcelos
Secretário: Dr. Rui Pedro Neves da Costa Azevedo

CONSELHO FISCAL:
Presidente: Dr. Carlos de Jesus Pinto de Carvalho
Vice-Presidente: Prof. Doutor Fernando José Oliveira
Vogal: Dr. António Gerardo Pinheiro de Oliveira
Vogal: Dr. Paulo Fernando Pimenta Machado
Vogal: Dra. Marta Filipa Ramos Mendes
Suplente: Dr. José Carlos Faria Matos
Suplente: Dr. Filipe Pato Veiga de Oliveira

CONSELHO JURISDICIONAL:
Presidente: Juiz Conselheiro Américo Joaquim Pires Esteves
Vogal: Dr. Paulo Rafael Falcão Moreira Lopes
Vogal: Dr. João Orlando Vieira de Carvalho
Vogal: Dr. Brito António Rodrigues Salvador
Vogal: Dr. Gonçalo de Almeida Correia da Silva
Vogal: Dr. Miguel Ângelo Machado Mendes
Vogal: Dr. José Paulo Fardilha Gomes da Silva
Vogal: Dr. Paulo Sérgio Sousa e Santos Moreira Fernandes
Vogal: Dr. João Manuel do Nascimento Faria Gayo
Vogal: Drª Maria João Ramos Monteiro Soares Ribeiro
Vogal Suplente: Dr. Francisco Sá Carneiro Sampaio
Vogal Suplente: Dr. Pedro Miguel Neves de Sousa


Orientações estratégicas

A Liga tem metas ambiciosas, que pretendem colocar o futebol profissional português ao nível mais elevado, no que respeita às competições de clubes, fazendo diminuir o fosso que o separa dos países com um futebol mais evoluído e melhor colocado nas tabelas internacionais.

Para atingir um objectivo de qualidade em termos de espectáculo e competitividade, a Liga pretende:

•Mais jogos de futebol
•Mais competição
•Mais receitas
•Mais patrocinadores
•Mais tecnologia
•Mais solidariedade na distribuição de receitas
•Mais inovação (nos regulamentos)
•Mais público nos estádios
•Mais juventude (nas bancadas e nos campos)
•Mais festa Factos e números


As competições

A Liga organiza três competições, Liga NOS, LEDMAN LigaPro e Taça CTT, com a participação de 38 equipas profissionais.

A Liga NOS reúne os 18 clubes que competem no escalão máximo do futebol profissional, em 34 jornadas. Uma equipa qualifica-se directamente para a Liga dos Campeões, outra disputa o acesso na terceira pré-eliminatória. Duas qualificam-se para a Liga Europa. Há ainda outra qualificação para a Liga Europa em resultado da participação na Taça de Portugal, organizada pela Federação Portuguesa de Futebol. Os dois últimos classificados descem à LEDMAN LigaPro.

Na LEDMAN LigaPro, a partir da época 2017-18 participam os outros 13 clubes profissionais mais cinco equipas B, num total de 38 jornadas. No final, os dois melhores classificados sobem à Liga NOS e os quatro últimos descem de escalão, sendo substituídos pelos dois melhores do Campeonato Nacional de Seniores.

Os 33 clubes profissionais competem na Taça CTT. A excepção são as Equipas B.
A Taça CTT é uma prova disputada através de duas eliminatórias e uma fase de grupos entre as equipas profissionais, culminando com o vencedor a ser encontrado numa Final Four, sagrando-se o Campeão de Inverno.

Organização dos jogos

Todos os jogos são supervisionados por um corpo de 60 Delegados da Liga, (normalmente são nomeados 2 para cada partida), a quem compete:

• Desenvolver uma ação preventiva e pedagógica nos jogos, fomentando o espírito de fair-play junto dos agentes desportivos;
• Verificar, em coordenação com o Diretor de Campo, o Director de Segurança e o Comandante das Forças de Segurança, as condições de segurança do estádio e o cumprimento das medidas preventivas legal e regulamentarmente estabelecidas a adoptar em caso de emergência ou manifestações de violência;
• Verificar juntamente com o Árbitro as condições técnicas do campo;
• Fiscalizar o bom cumprimento das normas regulamentares na organização e realização do jogo bem como as condições da publicidade e acções promocionais dos patrocinadores oficiais da Liga;
• Colaborar com o médico da Brigada Antidopagem;
• Elaborar e remeter à Liga um relatório de todas as ocorrências relativas ao normal decurso do jogo.

Main Sponsor Liga NOS

NOS

Title Sponsor LigaPRO

Ledman

Patrocinadores Oficiais | Official Sponsors

Samsung EuroBic Nike